O Metaverso e Seu Impacto no Ambiente Laboral

Palavras-chave: 1. Metaverso; 2. Negócios; 3. Virtual.

O mercado de trabalho, ao longo da história, sofreu transformações significantes a depender da época e contexto nos quais as profissões estavam inseridas.

Muitas profissões foram extintas com o passar dos anos devido à evolução tecnológica, a exemplo, os acendedores de lampiões e professores de datilografia, enquanto outras surgiram para acompanhar as tendências do mercado de trabalho, tais quais desenvolvedor de aplicativos, analista de mídias sociais, engenheiro de software, especialista em marketing digital, etc.

Com a pandemia do Covid-19, o processo de inclusão digital no meio corporativo foi essencial para que algumas empresas sobrevivessem.

O teletrabalho, reuniões virtuais, teleconferências, etc., foram inseridos de forma natural que as empresas se obrigaram a investir nas áreas de TI para que pudessem interagir e criar novas experiências de comunicação e acesso aos clientes;

Nesse contexto, importante entender sobre a “nova versão da internet”, aposta apresentada em outubro de 2021 por Mark Zuckerberg na conferência Connect 2021, conduzida pela Meta Inc. (antiga Facebook Inc.).

O CEO e fundador da empresa convidou os espectadores a juntarem-se a ele numa viagem pelo futuro, um tipo de universo virtual 3D que reúne diversos espaços interconectados:

O METAVERSO, termo cunhado pelo escritor Neal Stephenson no bestseller “Snow Crash” na década de 1990, já prevendo uma realidade digital.

Trata-se, portanto, de uma plataforma virtual utilizada para a criação de aplicativos e ferramentas de interação social, construído por meio de diversas tecnologias, tais como realidade virtual, realidade aumentada e hologramas, conhecida como internet imersiva, que vem movimentando o mercado de trabalho.

Em resumo, o METAVERSO se propõe a eliminar definitivamente as barreiras entre o real e o virtual, onde os seres humanos poderiam interagir tanto social quanto economicamente através de avatares no ciberespaço, o que funciona como um reflexo do mundo real, mas sem suas limitações físicas.

Mas qual o impacto do METAVERSO no mundo do Trabalho?

Sabe aqueles filmes de ficção cientifica onde o personagem utiliza óculos de realidade virtual e interage com o mundo? Pois é!

No ambiente de trabalho, o colaborador poderá interagir com todo o ambiente corporativo da sua empresa, como participação em reuniões, congressos, feiras, eventos e até entrevista de emprego, assim como processos de recrutamento e seleção de novos profissionais.

Algumas profissões que irão surgir e se aperfeiçoar até 2030 no METAVERSO:

  • Cientista de pesquisa do Metaverso
  • Estrategista de Metaverso
  • Desenvolvedor de ecossistemas
  • Gerente de segurança do Metaverso
  • Construtor de hardware do Metaverso
  • Storyteller do Metaverso
  • Construtor de mundos
  • Especialista em bloqueio de anúncios

 

Portanto, o METAVERSO trará mudanças significativas, porém, pode ameaçar nossa segurança, estabilidade e pertencimento.

Para que isso não aconteça, as empresas e profissionais deverão investir em novos conhecimentos, condutas, treinamentos para que consigam se adaptar a essa nova realidade de trabalho e interação.

 

 

* Muriel Barth é Mestre em Ciências Jurídicas, pelo UNICESUMAR – Universidade Centro de Ensino Superior de Maringá e advogada sob nº 96.915 OAB/PR, do escritório Federiche Mincache Advogados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.